A Plataforma de Gestão de Resíduos Sólidos foi desenvolvida para acompanhar a gestão municipal de resíduos sólidos no Estado de São Paulo, e consequentemente, a implementação do Plano Estadual de Resíduos Sólidos.
 
São disponibilizadas às Prefeituras 3 iniciativas da Secretaria de Infraestrutura e Meio Ambiente: SIGOR Reciclagem, o Índice de Gestão de Resíduos Sólidos (IGR) e Índice de Resíduos Sólidos (IRS) do ICMS Ambiental.
 
As informações prestadas orientarão o poder público no planejamento e formulação de políticas públicas de apoio e otimização da gestão de resíduos sólidos no Estado de São Paulo.
 
O SIGOR Reciclagem é uma ferramenta da Política Estadual de Resíduos Sólidos para acompanhamento da gestão e dos fluxos dos resíduos sólidos urbanos recicláveis no Estado de São Paulo. A Interface Prefeituras é focada no levantamento de informações sobre como a coleta seletiva é realizada e como se relaciona com os sistemas de logística reversa e com a atuação das entidades de catadores.
 
 
O IGR, aplicado desde 2008, tem o intuito de avaliar a gestão dos resíduos sólidos nos municípios no Estado de São Paulo, identificar fragilidades e oportunidades, bem como subsidiar o desenvolvimento de políticas públicas estaduais e municipais voltadas à melhoria da gestão. Sua composição e fórmula de cálculo foram reformuladas em 2022.
 
 
O IRS é o índice a partir do qual é calculado o componente relativo à gestão municipal de resíduos sólidos do ICMS Ambiental para os municípios que tenham Plano de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos. O ICMS Ambiental é uma forma de incentivar os municípios a buscarem trajetórias sustentáveis, a investirem em ações voltadas ao desenvolvimento sustentável.